Opinião: Pílula abortiva será gratuita no Québec a partir do outono.

Por Rogério Tanganelli

O ministro da saúde do Québec, Gaétan Barrette, anunciou esta semana a disponibilidade de pílulas abortivas a partir do próximo outono para mulheres que queiram interromper a gravidez de até sete semanas. A pílula não é uma novidade, mas a cobertura pelo programa RAMQ, o regime de seguro saúde do Québec, sim. A pílula RU-86, comercializada como Myfegymiso pela Clopharma …

Estudando sobre países para imigrar

Por Eder C. Matias

Na primeira postagem que fiz (você confere aqui  no Montreal na Real) comentei sobre a parte de riscos que envolvem o processo de imigração. Eu particularmente falarei bastante sobre o processo para imigrante residente permanente na província do Quebec, contudo muito do que escrevo vale para estudantes e turistas em diversas situações. Assim que se aceita a ideia de que …

Recomeçar é uma benção, mas pode se tornar maldição

Por Marcio Ribeiro

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia e, se não ousarmos fazê-la, teremos, ficado, para sempre, à margem de nós mesmos” – Fernando Teixeira de Andrade. Ou como bem canta Beth Carvalho …

Como estou me preparando para morar no Canadá

Por Eder C. Matias

Salve meus queridos (as)! Ça va? Estamos iniciando uma série de textos escritos por pessoas que ainda estão participando do processo de imigração para o Canadá com o objetivo de trazer diferentes pontos de vistas, experiências (boas e ruins), dicas e tudo o que puder ajudar a quem ainda está sonhando com a vida nas Terras Geladas. Hoje, nosso colaborador …

O impacto de voltar ao Brasil como visitante

Por Julian Romero

Já li muitas histórias de pessoas que largaram tudo no Brasil e vieram para o Canadá, e o que vocês, leitores, leem mais pela internet, inclusive aqui no Montreal na Real, são relatos de brasileiros que são encantados pela cultura canadense/quebequense, que filmam, escrevem, fotografam e divulgam o que encontram em terras geladas no Grande Norte. E também tem o lado …

As desventuras de um motorista pós-nevasca

Por Marcio Ribeiro

Dirigir em Montreal definitivamente não é das tarefas mas fáceis. Ok, você vai questionar “Ah, mas o trânsito é muito menos hostil, não há motos voando pelo corredor, buzina? O que é isso mesmo? Muito menos o perigo de ser assaltado apenas por respeitar os sinais de trânsito”. Certo. Nisso tudo você tem razão. Mas confesso que cruzar as ruas da …

Chegou o dia D. Está preparado?

Por Gianni Bueno

Hoje, 15/02/2016, é a véspera de uma data extremamente importante para os aspirantes da imigração para a província do Québec, Canada. Para os mais novatos ou os que desconhecem a importância disso tudo, pode até parecer exagero, mas para os que se prepararam por dias meses anos é hora sim de se desesperar. Um desespero no bom sentido. Afinal, não é todos os dias …

Primavera, verão, outono, INFERNO!

Por Marcio Ribeiro

  Como bem aprendemos na escola, existem quatro estações do ano, certo? Só que no Canadá a história é outra.  Aqui existem, primavera, verão, outono e inverno INFERNO …glacial! Eu, particularmente, não sou daqueles que fica reclamando das temperaturas negativas. Pelo contrário. Se quisesse calor, teria ficado no Rio de Janeiro, onde, aliás, tem calor para dar e vender. Um sol para cada …

Imigração: conselhos práticos de quem já chegou lá

Por montrealnareal

Por Gianni Bueno No dia 29 de outubro de 2015 o Ministério da Imigração, Diversidade e Inclusão (MIDI em francês) divulgou as datas de recebimento dos dossiers para os aspirantes à imigrantes da província. Não é de hoje, nem de antes e não será diferente no futuro, que sempre que essa informação surge nas “internets” da vida brotam pessoas desesperadas. Não …

O absurdo contraste entre as tentações alimentares e a vida saudável no Canadá

Por montrealnareal

Por Marcio Ribeiro O Canadá é uma terra de contrastes. Em tudo. Basta lembrar das nevascas e chuvas congelantes em fevereiro e do calor senegalês que faz nesse momento, em agosto. E esse contraste se traduz em pequenas coisas na vida cotidiana. Como por exemplo a maneira com que o povo se alimenta e lida com a saúde.  Lembrei de um texto …