Radio Montreal na Real

Não aprendi dizer Adeus!

Por Marcio Ribeiro

É difícil colocar um ponto final. Assimilar que tudo, em algum momento, vai chegar ao seu final. Das melhores às piores coisas. Como já dizia o ditado popular “Não há mal que sempre dure, nem bem que não acabe”. Mas confesso que mesmo entendendo isso, escrever as palavras sobre um projeto de 3 anos que demandou tanto trabalho, gasto fisico, mental, estresse, mas que ajudou tanta gente não é das tarefas mais fáceis. O que começou como apenas uma vontade de falar sobre a descoberta dessa terra nova e tão rica, acabou virando algo sério. Virou canal no YouTube, site, até programa de radio e podcast (quem diria?!). E algo que é tão sério, feito com tanto esmero e tanto carinho, deve ser tratado da maneira que merece. Com atenção, carinho e dedicação total. Algo que nesse momento não podemos garantir. Eu não posso.

O Montreal na Real começou em 2014 comigo e Rogério Tanganelli fazendo vídeos no YouTube com uma pegada mais jornalística, prezando pelo apuro das informações e edição. No ano seguinte, recebemos o convite da Cida de Roussan para assumirmos o horário brasileiro na Rádio Centre-Ville. E a partir de então o trabalho só cresceu. Com um programa semanal, necessidade de apuração, produção, busca por entrevistados que tivessem conteúdo e falassem português, divulgação, atualização das redes sociais, repostas aos ouvintes e seguidores….E sendo algo sendo feito apenas como um projeto paralelo e por recém-chegados, que além de pesquisar sobre a vida no Canadá, também viviam a dor e a delicia de morar nesse novo país. Vieram as ajudas preciosas de Janaína Nicolau e Auro Moura e resolvemos expandir ainda mais trocando o layout de blog para um portal, com o trabalho sensacional do Julian Romero. Tivemos uma ou outra parceria comercial, fizemos evento para levantar fundos para a rádio (um sucesso, com feijoada e muita música brasileira). Chegamos a pensar em profissionalizar de vez o projeto. Mas todos os envolvidos era recém-chegados. E um a um eles foram seguindo seus caminhos. Uns tinham cegép para fazer, faculdade para terminar, outros arrumaram empregos, tinham família para cuidar, viagens para o Brasil e a equipe se dispersou. Cheguei a pensar em trazer uma nova equipe. Chamei pessoas para colaborar com o site informalmente, mas já não era a mesma coisa. Não havia a mesma dedicação. E aos poucos eu também fui me desligando, mesmo sem querer dar o braço a torcer.

Depois de aproximadamente um ano afastado, Rogério voltou a atualizar o site com mais frequencia, mas logo decidiu sair do projeto novamente. E eu que já estava mais afastado do que atuante, me dedicando apenas à nossa página no Facebook, percebi que o Montreal na Real já não existia mais. Sem Rogério, Cida, Janaína, Auro, sem tempo, dedicação e aquela empolgação para buscar um olhar mais profundo sobre a cidade e suas questões pertinentes à comunidade brasileira, percebi que era hora de desapegar. Montreal na Real se tornou um projeto muito maior do que esperávamos, maior que seus criadores, mas que merece ser tocado com o carinho que investimos nele. Por isso, agora  a decisão de colocar um ponto final. Com a sensação do dever cumprido. Em paz de que chegamos mais longe do que esperávamos. De que a viagem foi muito mais importante que o destino final.

O site vai continuar no ar sem ser atualizado para ajudar futuros imigrantes com o conteúdo já existente e, por enquanto, a página no Facebook também (até porque eu não me aguento e eventualmente vou querer postar algo sobre a vida nas Terras Geladas! E não quero perder o contato com vocês!). Quem sabe num futuro próximo vocês terão notícias de um outro projeto, com outro foco, feito de maneira mais leve, menos trabalhosa para que a gente continue trocando idéias!

Obrigado a quem nos acompanhou nessa jornada, às críticas e aos amigos que fiz graças ao Montreal na Real. Esses continuam sempre! E quem quiser ou precisar entrar em contato, mande mensagem pelo Facebook que estarei de olho por lá.

Nos vemos por aí…

Abraços

Textos relacionados

Urgente! Mudança nos prazos do Mon Projet Québec Parece que enxurrada de reclamações na internet surtiu efeito e o MIDI (Ministério de Imigração, Diversidade e Inclusão do Québec) resolveu agir para tentar melhorar o acesso dos candidatos ao Certificado de Seleção do Québec e assim, consequentemente, se tornar residente permanente. Em comunicado enviado hoje, o Ministério decidiu prorrogar o praz...
#75 – Cultura do estupro O Brasil foi às ruas nas últimas semanas motivado pelo caso do estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeiro, que chocou o país e ganhou destaque internacional nos noticiários e nas redes sociais. Grupos se manifestaram pelo fim da violência sexual e contra o machismo na Esplanada dos Ministérios e no Congresso Nacional, em Brasí...
Você sabe se proteger das variações de umidade do ... Até me mudar para o Canadá nunca dei muita importância aos índices de umidade do ar. Meu conhecimento era restrito a: em épocas de “seca” no interior de São Paulo (onde cresci) a gente aumenta a consumo de água e em épocas de chuva toma mais cuidado com mofo. Aqui no Quebec, assim como uma série de outros temas, a régua é muito mais ampla do que es...
#65 – A “(i) legalidade” do Impe... Quem deixou o Brasil tem direito de se interessar e opinar  sobre a crise política e econômica que assola o país? Com quem direito, nós que "abandonamos o barco" nos metemos num assunto que não nos pertence mais? Porque toda essa ebulição social brasileira afeta quem teve a facilidade de fugir de crise morar num país de Primeiro Mundo? Com o dir...

Sobre o autor
Marcio Ribeiro

Marcio Ribeiro

Comunicador, cineasta, empreendedor, imigrante, apaixonado por Montreal.


Comentários 2

  1. Ana Tereza Castro

    Marciooooo , Montreal na Real ficará no meu coração e tenho certeza que ficará também no coração de muitas pessoas que curtiram vocês nesses três anos ! Parabéns pelo dever cumprido Márcio de Rogerio

  2. Sammy Madalosso

    É uma pena que esse lindo projeto chegou ao fim. Ele achou muito a minha pesquisa sobre o Canada, eu escutei todas as materias que voces fizeram o que foi fundamental para minha preparaçao. Ja estou em Montreal ha 1 ano e sou muito grata pelo conteudo que voces com tanta dedicaçao disponibilizaram para a comunidade. Se um dia voces voltarem gostaria de acompanhar e contribuir de alguma forma, porque é muito lindo o projeto de ajudar o proximo. Parabéns !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.