Radio Montreal na Real

#75 – Cultura do estupro

Por montrealnareal

O Brasil foi às ruas nas últimas semanas motivado pelo caso do estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeiro, que chocou o país e ganhou destaque internacional nos noticiários e nas redes sociais. Grupos se manifestaram pelo fim da violência sexual e contra o machismo na Esplanada dos Ministérios e no Congresso Nacional, em Brasília, no centro do Rio de Janeiro e na Avenida Paulista, em São Paulo, entre outras capitais. Aqui no Canadá houve uma repercussão nos grupos de brasileiros e manifestações de que aqui estamos mais seguras. Mas será mesmo? A violência sexual, o a cultura estupro é um fenômeno dos países em desenvolvimento? Mas afinal o que chamamos de estupro, consentimento, limite, respeito? E no Canadá como o fenômeno se manifesta? O que diz a legislação? Conheça o polêmico caso Jian Ghomeshi, musico, escritor e apresentador da Radio-Canada, acusado de abuso sexual por 22 mulheres. 

Convidadas: Danielle Coenga, Psicóloga, mestre em psicologia social pela UNB e mestre em Relações Internacionais ela UDEM. Feminista, especialista em questões de gênero e homofobia. Luise Bello, uma das coordenadora do Think Olga  e Liga das Heroínas. Alessandra Devulsky Doutora em Direito Econômico e financeiro pela USP, Mestre em Direito Politico e Econômico pela universidade Presbiteriana Mackenzie. Advogada militante do movimento negro. 

Apresentação e produção: Cida de Roussan, Tati Garrafa e Marcio Ribeiro.

Montreal na Real vai ao ar todas as terças-feiras às 17h30 (horário de Montreal) no 102,3 FM, Radio Centre-Ville.

Clique no botão de play no fim do post para ouvir ou em download para baixar a versão mp3 do podcast.

 

Aplicativos para você ouvir o Montreal na Real no seu Smartphone:

Android

IOS

App de rádio online

Assine nosso feed no Itunes e ajude-nos a continuar criando conteúdo, compartilhando, indicando para seus amigos e nos dando uma avaliação positiva no Itunes

Siga-nos nas redes sociais:

Youtube

Twitter

Instagram

Facebook

Mande sugestões, críticas e elogios para radio@montrealnareal.com. Ajude-nos a continuar fazendo o programa, compartilhando o link e dando uma avaliação positiva ao nosso podcast no Itunes

 

Reproduzir

Textos relacionados

Stade Olympique: um elefante nem tão branco assim O complexo do Parque Olímpico é um dos símbolos de Montreal. A arquitetura moderna do estádio e sua torre de 165 metros de altura, a mais alta torre inclinada do mundo, se destacam da paisagem de casas e prédios baixos em qualquer imagem aérea que se faça da cidade. Construído para  os Jogos Olímpicos de 1976 como um exemplo de obra moderna, chegan...
10 hábitos que adquiri em Québec Já disseram muitas vezes por aí: imigrar é recomeçar. Reformulo: imigrar é aprender tudo de novo. Sabe aqueles hábitos que você tem e que passam despercebidos porque eles acabam se tornando parte da sua rotina cotidiana no Brasil? Sim, tínhamos vários hábitos e será até assunto para um próximo post, mas para exemplificar, tínhamos o hábito de pe...
Montreal, a cidade da indústria de games Para quem é da área de TI (Tecnologia da Informação) a província de Québec é um excelente lugar para conseguir emprego. Para quem quer trabalhar com jogos digitais também. Montreal é o quinto maior centro de desenvolvimento de jogos do mundo. Só perde para Tóquio, Londres, São Francisco e Austin. Essa semana, inclusive, a ministra de imigração da p...
#78 – Último programa: a terceira fase da im... Tudo tem começo e fim. E com o sentimento de missão cumprida por termos ajudado a quem sonha visitar ou imigrar para as Terras Geladas do Canadá, Montreal na Real se despede da Radio Centre-Ville depois de quase dois anos de programas semanais.  Os motivos da nossa despedida e os planos para o futuro você fica sabendo no começo dessa edição, que ab...

Sobre o autor

montrealnareal

Facebook Twitter

A vida como ela é no lado francês do Canadá! Programas de rádio, vídeos, textos, produzidos por jornalistas, como participação de especialistas! No ar desde julho de 2014.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.