Radio Montreal na Real

#72 – 10 assuntos quentes e atuais da vida no Canadá

Por montrealnareal

Quebrando o protocolo,  Montreal na Real na Radio Centre-Ville dessa semana decidiu não debater apenas um tema, mas 10 assuntos ligados ao dia-a-dia das Terras geladas! Marcio, Cida de Roussan e Tati Garrafa voltaram ao formato que já foi usado em outros programas e separaram vários assuntos quentes tanto no Brasil quanto no Canadá. Mas sem perder o bom humor característico, claro! Nesse programa para lá de informativo e opinativo, debatemos:

 

  • Imigrar faz mal a saúde? Tem estudo dizendo que sim. Quais as atitudes do governo federal e provincial para melhorar essa situação?
  • Quais são as recentes mudanças nos processos de imigração
  • Como funcionam as mudanças aqui em Montreal
  • O Uber está de saída do Québec?
  • Segurança, ou a falta dela nas ruas
  • Como o Canadá encara a luta anti-manicomial e saúde mental
  • Qual a importânncia de ter representatividade nos ministérios? Trudeau x Temer
  • Trazer do Brasil uma simples lata de leite condensado pode dar multa de 1300 dólares para quem não declara. Quais são os alimentos permitidos e proibidos de entrar no Canadá?
  • Quais erros de francês mais cometidos pelos brasileiros?
  • Agenda de eventos para o fim de semana em Montreal

Montreal na Real vai ao ar todas as terças-feiras às 17h30 (horário de Montreal) no 102,3 FM, Radio Centre-Ville.

Clique no botão de play no fim do post para ouvir ou em download para baixar a versão mp3 do podcast.

 

 

Aplicativos para você ouvir o Montreal na Real no seu Smartphone:

Android

IOS

App de rádio online

Assine nosso feed no Itunes e ajude-nos a continuar criando conteúdo, compartilhando, indicando para seus amigos e nos dando uma avaliação positiva no Itunes

Mande sugestões, críticas e elogios para radio@montrealnareal.com. Ajude-nos a continuar fazendo o programa, compartilhando o link e dando uma avaliação positiva ao nosso podcast no Itunes

Reproduzir

Textos relacionados

#55 – Quer morar no Québec? Pergunte-me como... Nosso programa na Radio Centre-Ville, esta semana está completo sobre os dois principais sistemas de imigração para o Canadá através do Québec: Trabalhador Qualificado e PEQ. Saiba por onde começar seu projeto de imigração, quais os critérios para ser elegível, passo a passo do preenchimento de formulários, detalhes sobre o recém-criado sistema onl...
10 boas razões para estudar no Québec Montreal City Skyscrapers illuminated at Night. Montreal, Quebec, Canada. 1 – Qualidade de vida excepcional! O Québec oferece uma qualidade de vida incrível. A próvíncia possui cidades que misturam o modernismo da América do Norte com o charme das grandes cidades europeias. Seja pelas suas instituições de ensino superior, seus parques tecnol...
10 hábitos que adquiri em Québec Já disseram muitas vezes por aí: imigrar é recomeçar. Reformulo: imigrar é aprender tudo de novo. Sabe aqueles hábitos que você tem e que passam despercebidos porque eles acabam se tornando parte da sua rotina cotidiana no Brasil? Sim, tínhamos vários hábitos e será até assunto para um próximo post, mas para exemplificar, tínhamos o hábito de pe...
Pela primeira vez no Canadá mais idosos que crianç... O envelhecimento da população no Canadá se acelera. Pela primeira vez no país o número de idosos ultrapassa o número de crianças. A realidade do país tem seu reflexo na população do Québec. Os dados revelados hoje são do Statistique Canada. Aumento extraordinário de centenários Pessoas com mais de 100 anos são cada vez mais numerosas no p...

Sobre o autor

montrealnareal

Facebook Twitter

A vida como ela é no lado francês do Canadá! Programas de rádio, vídeos, textos, produzidos por jornalistas, como participação de especialistas! No ar desde julho de 2014.


Comentários 3

  1. Carolina Pombo

    Gente, excelente programa mais uma vez! Me chamou a atenção o tema da saúde pós imigração e da saúde mental. Queria apenas complementar com a informação de que a reforma psiquiátrica no Brasil é internacionalmente reconhecida, sendo exemplo pra outros países. Pessoas com esquizofrenia já tem opções interessantes de tratamento ambulatorial, não ficam mais internadas em hospícios sem perspectiva de voltar a circular no mundo! Nesse ponto, temos muito o que comemorar! Infelizmente, o último ministro da saúde do governo Dilma tinha um discurso manicomial, mas todo o movimento da reforma saiu às ruas, inclusive os pacientes, e conseguiu tirar o coordenador de saúde mental do poder. Agora continuamos alertas, porque a tendência do governo interino é de cortar o orçamento da saúde e comprometer tantas conquistas que fizemos nas últimas décadas nesse campo.

    Abraços!

  2. Post
    Author
    montrealnareal

    Olá Alexandre, legal seu feedback. Errar é humano, você sabe né? E até mesmo comunicadores erram. Porque afinal de contas, são humanos. Ou se enganam. O que não quer dizer necessariamente que foi isso que aconteceu no referido programa. Essa foi a sua leitura sobre a pesquisa, a da participante que emitiu opinião foi outra. Segundo sua visão, se o atual presidente tem apenas 1% de intenção de votos numa eleição, quer dizer que apenas 1% gostariam de vê-lo no cargo. Respeitamos demais sua opinião, como gostaríamos que respeitasse a nossa ou de quem participa do nosso programa. Vivemos numa democracia e a beleza dela é a liberdade de expressarmos nossa opinião, sem sermos atacados de mentirosos. Fazemos um programa 100% voluntário, com objetivo de ajudar quem sonha morar no Canadá, ou quem já está por aqui, e temos muito trabalho para realizá-lo. Porque como jornalistas há mais de 15 anos, sabemos direitinho nosso papel e como se deve apurar e se informar. Se depois de 72 programas e quase 1 ano e meio no ar com programas que vão a fundo em todos os temas que propões discutir, uma opinião é o suficiente para que você perca a credibilidade nos comunicadores, é uma pena. Mas temos a confiança que você, inteligente como demonstrou ser, vai refletir bem e encarar visões contrárias, não como mentiras, mas apenas como…uma visão contrária.

    Grande abraço da equipe do Montreal na Real

  3. Alexandre

    Olá, ouvindo este episódio 72, preciso fazer uma correção.

    No final de um bloco, ouvi o absurdo de que é adequado fazer novas eleições em outubro, porque o governo “começa com aprovação de 1%”.

    Vocês, como formadores em opinião, não podem disseminar uma informação falsa como esta. É preciso, antes, checar a validade das informações para não reproduzir leituras distorcidas e, assim, replicar o discurso mentiroso de alguns agentes políticos.

    O que existiu foi uma pesquisa do Datafolha, de abril, que perguntou em quem a pessoa votaria para presidente naquele momento.

    Os líderes da pesquisa foram Aécio, Marina e Lula. Sendo que nesta pesquisa – eleitoral, é importante destacar – o Temer teve 1% dos votos.

    Convenhamos que pesquisa eleitoral para presidente é muito diferente de pesquisa de aprovação de um presidente interino que, até então, sequer havia começado.

    Assim, a leitura distorcida do PT desta pesquisa, e que vocês estavam replicando acriticamente, é que o Temer tinha uma aprovação de 1% da população. Nada mais fácil.

    São coisas assim que fazem um comunicador perder a credibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.