Imigração | Opinião

Chegou o dia D. Está preparado?

Por Gianni Bueno
Hoje, 15/02/2016, é a véspera de uma data extremamente importante para os aspirantes da imigração para a província do Québec, Canada. Para os mais novatos ou os que desconhecem a importância disso tudo, pode até parecer exagero, mas para os que se prepararam por dias meses anos é hora sim de se desesperar. Um desespero no bom sentido. Afinal, não é todos os dias que podemos ter a chance real de mudar de vida, de recomeçar em um novo país. Tudo novo, vida nova e “vamos que vamos”.

O dia de amanhã será bem agitado nas comunidades de imigração e, apesar de todos estarem se ajudando, essa data se torna um momento de “competição”. O processo vai funcionar no modelo FIFO (first in, first out – primeiro a chegar, primeiro a sair). Portanto quem conseguir enviar primeiro terá mais chances de estar entre os 2.800 felizardos que terão seus dossiês analisados.
Vale lembrar que, após divulgação no site do MIDI (Ministère de l’immigration, diversité et inclusion) – http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/informations/actualites/actualites-2016/etat-situation-mpq.html (francês) / http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/en/informations/news/news-2016/status-report-mpq.html (inglês) – o processo passou a ser da seguinte forma:
  • 16/02/2016 8h30 – site entra no ar e, quem estiver com o dossier preenchido, poderá submeter sua demanda;
  • Os primeiros 2.800 que estiverem com tudo preenchido corretamente receberão um e-mail solicitando o pagamento da taxa;
  • O pagamento deverá ser feito em até 30 dias após o recebimento da mensagem ou envio do dossier (essa parte não fica muito clara);
  • Os pagamentos que forem confirmados receberão um checklist personalizado para o envio da documentação necessária, pelo correio, ao departamento de tratamento de demandas em Montréal. O prazo é de 90 dias;
Muitos levantaram o questionamento sobre a liberação dos cartões de crédito na hora do pagamento, porém levaram em consideração o processo anterior. Antigamente o pagamento era feito com o preenchimento de um formulário, informando os dados do cartão. Infelizmente você só sabia se houve algum problema quando a operadora ligava perguntando sobre a cobrança, com um e-mail do MIDI informando que tentariam novamente ou, no pior dos casos, o dossier que voltava por completo por que não pôde ser feito a cobrança.
No processo atual o pagamento será feito por você mesmo, a partir de um sistema de “compras online”. Ou seja, se houver qualquer problema você saberá em tempo real. Como você terá até 30 dias para pagar, não precisa desespero. Você ainda está entre os 2.800 e poderá corrigir o problema ligando para a operadora e tentando novamente. Minha dica: se tiver problemas, ligue para a operadora e faça o processo com o atendente na linha. Caso ainda tenha problema ela poderá ser corrigida ainda neste momento.
Conforme as informações divulgadas pelo jornal La Presse (em francês), o site Mon Projet Québec teve 42.000 inscrições no período entre a abertura do site e hoje. Desses, aproximadamente 20.000 contas estão com o dossier em dia, atualizado, preenchido e pronto para ser enviado a partir das 8h30 do dia 16/02/2016 (hora do leste do Canada, 11h30 hora de Brasília). Mas atenção! Nem todos esses 20.000 estão realmente preparados. Muitos deles, não possuem o perfil, pontuação necessária, não estão com os documentos prontos, ou possuem “erros” de preenchimento que podem levar a eliminação precoce. Digo isso pelo fato de ver, todos os dias, em grupos do WhatsApp, Facebook, Telegram, Yahoo, Google, entre outros que sempre, ao chegar perto da abertura de novas vagas, brotam novatos com vontade de partir do Brasil sem nem mesmo saber o que é imigração. Estes meros “desesperados” são aqueles que irão colocar o máximo de defeito no processo dizendo que “foi sacanagem” não terem aceitado ele. O que ele não sabe é que ele foi salvo de passar por uma frustração maior caso chegasse até o Québec sem um mínimo de preparação ou planejamento. E se não bastasse isso, estes são aqueles que “roubam” as vagas de quem já se preparou por muito tempo e está pronto para mudar de vida. Seja enviando um dossier incompleto, seja deixando o acesso ao site do Mon Projet lento ou superlotado. Infelizmente sobra falta de respeito e falta bom senso, mas isso é apenas minha opinião e não cabe a mim julgar esses pontos de cada pessoa.
Eu, como muitos outros imigrantes, que abrem um tempo na agenda da vida para ajudar os imigrantes juniores, nos deparamos com milhares de questões em que até usamos desse tempo para poder dar a melhor resposta. Buscamos em sites e fontes oficiais e, as vezes, até tentamos entrar em contato com o MIDI, uma vez que para nós o custo do contato é zero e o conhecimento da língua nos ajuda a ter a informação de forma mais exata possível. Infelizmente, esses “desesperados” tomam, também, uma parte desse nosso tempo. As perguntas vão desde: “como faço para imigrar?” até um “me arranja um emprego?”. As vezes alguns chegam a se superar com pedidos do tipo “traduz isso aqui pra mim?” ou “faz um resumo do processo de imigração por favor?”. De vez enquando vemos as clássicas “meu perfil é ‘tal’, quantos pontos tenho?”, “você acha que meu perfil se dá bem aí?”, “quanto tempo eu levo pra conseguir um emprego?”.
Então meu querido e minha querida. Veja bem… Eu não sou consultor! Muito menos papai e mamãe pra pegar na mãozinha e/ou levar leitinho quente com chocolate enquanto você fica deitadinho na cama, confortável e quentinho. Se você quer imigrar e começou com perguntas desse tipo, sejamos sinceros, você já começou errando! Mas calma, ainda tem chance de corrigir! A imigração não se trata de receber papéis, fazer as malas e se mudar para “um lugar melhor”. Ela se trata de um enorme e complexo processo de mudança interior, para que a exterior “venha por tabela”. Você precisa se preparar e criar planejamentos claros, precisos e objetivos.
Não sabe por onde começar? Sem problemas! Os 2 principais sites sobre imigração são:
  • www.cic.gc.ca – site do governo federal em que ele explica todas as formas de vir para o Canada e suas províncias. No caso da imigração, você tem um formulário eletrônico que permite descrever seu perfil com base nas suas escolhas e, se for o caso, ele te direciona para o site da província escolhida.
  • www.immigration-quebec.gouv.qc.ca – site do governo da província do Québec que dá todas as mesmas informações que o site do CIC, mas para a província do Québec.
Ah! Mas está tudo em inglês ou francês, como eu faço? Ótima pergunta! Agora você já sabe por onde começar, aprendendo um dos idiomas. 😉
E para os que estão com os mouses a postos, separaram a marmita pra não sair da frente do computador e tiraram folga no trabalho para realizar o sonho de estar entre os 2.800, BONNE CHANCE (boa sorte)!
Mas se não for dessa vez, continue se preparando, sem perder as esperanças. Verão 2016 (entre fim de maio e setembro no Québec) tem mais vagas sendo preparadas. Atualize-se e continue pronto!
Image courtesy of [StuartMiles] at FreeDigitalPhotos.net

Textos relacionados

O impacto de voltar ao Brasil como visitante Já li muitas histórias de pessoas que largaram tudo no Brasil e vieram para o Canadá, e o que vocês, leitores, leem mais pela internet, inclusive aqui no Montreal na Real, são relatos de brasileiros que são encantados pela cultura canadense/quebequense, que filmam, escrevem, fotografam e divulgam o que encontram em terras geladas no Grande Norte. E...
Deu saudade do Detran aqui no Canadá Ah que saudade do Detran... O Departamento Estadual de Trânsito, responsável por licenciar carros e motoristas nos estados brasileiros é um local aprazível, caloroso e que me fez sentir muitas saudades essa semana quando perdi minha carteira de motorista aqui em Montreal, no Canadá. O Detran (o do Rio de Janeiro, pelo menos, que é o que eu conhe...
Política canadense pega fogo como no Brasil…... Enquanto na pátria mãe gentil o bicho pega com a presidente Dilma Roussef afastada pela abertura do processo de impeachment, opositores comemoram, situacionistas reclamam de golpe, os deputados Bolsonaro e Jean Willys trocam afeto através do lançamento de saliva à distância e demais fatores que estão fazendo o Brasil debater política através das re...
Como estou me preparando para morar no Canadá Salve meus queridos (as)! Ça va? Estamos iniciando uma série de textos escritos por pessoas que ainda estão participando do processo de imigração para o Canadá com o objetivo de trazer diferentes pontos de vistas, experiências (boas e ruins), dicas e tudo o que puder ajudar a quem ainda está sonhando com a vida nas Terras Geladas. Hoje, nosso colab...

Sobre o autor
Gianni Bueno

Gianni Bueno

Facebook

Italo-brasileiro, paulista, analista-programador mainframe (sim, mainframe!), desde março de 2013 morando em Québec. Preparado para dar todo o tipo de resposta sobre o processo de imigração de Québec, inclusive aquela direta e reta.


Comentários 6

  1. Cristiane

    Bonjour à tous mon amis, mais uma vez o Mon Projet com problemas e o MIDI nada de se pronunciar, alguém tem ideia de quando eles vão reabrir o processo? Li em alguns lugares que o site no dia 16/03 ficou aberto menos de uma hora e algumas pessoas conseguiram se inscrever, sabem me dizer se essa informação procede? Pois para mim o site ficou inacessível deste as 11:30(horário de Brasília) e não conseguia acessar de jeito nenhum, enfim espero que o processo abra logo e sorte para Todos.

  2. David Fernandes

    Muito bom o texto do Gianni, traduziu meu sentimento nessas últimas semanas. Certeza que muitos não sabem nem onde fica Quebec no mapa e sinto que posso perder uma vaga para um desses que nem sabe da pontuação mínima. Estou no mesmo barco do Renato. Sorte Renato e obrigado pela força Gianni e Marcio, vocês são as pessoas que não nos deixam esmorecer! Salut mes amis!

  3. Renato Ferreira

    Seu blog é muito legal… e o processo está realmente traumático. Separei a marmita, defini a estratégia, pus a família na frente do computador e… nada! Pau no site, gente demais. Uma pena! Minha esperança é justamente essa que você falou, metade não preencheu, e dos que preencheram, tem muito paraquedista . Eu me considero preparado, estudei por muitos meses, fiz uma viagem exploratória, pus a família fazendo curso de francês em Montréal… fiz IELTS, TFI e TCF-Q, contatei as ordens profissionais minha e da minha esposa… eu me considero preparado, agora é torcer para conseguir estar entre os 2800!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.