Imigração

Urgente! Mudança nos prazos do Mon Projet Québec

Por Marcio Ribeiro

Parece que enxurrada de reclamações na internet surtiu efeito e o MIDI (Ministério de Imigração, Diversidade e Inclusão do Québec) resolveu agir para tentar melhorar o acesso dos candidatos ao Certificado de Seleção do Québec e assim, consequentemente, se tornar residente permanente. Em comunicado enviado hoje, o Ministério decidiu prorrogar o prazo para o envio das demandas e separou o processo em etapas.

Agora, os candidatos terão até o dia 25 de janeiro para criar a conta no espaço Mon Projet Québec, que enfrenta problemas de instabilidade desde que foi aberto no último dia 5.  Após essa data não será mais possível criar nenhum perfil. A medida tem como objetivo tentar desafogar os servidores que receberam até o momento mais de 15 mil contas para apenas 2800 vagas.

A segunda etapa acotece entre 26 de janeiro e 15 de fevereiro, quando os inscritos poderão preencher os formulários. O dia D passou de 18 de janeiro para 16 de fevereiro. Nessa data, todos que se inscreveram e preencheram o formulário, devem enviá-los e pagar as taxas exigidas. Em teoria a data final de recebimento das demandas será 31 de março, mas como já há mais candidatos que vagas e elas são preenchidas por ordem de chegada, a expectativa é que no próprio dia 16 todas as vagas estejam preenchidas. Só então após todo esse processo, os 2800 felizardos terão seus dossiês analisados dentro de um prazo que ainda não foi estabelecido nem divulgado.

Esta é a primeira vez que o processo de trabalhador qualificado é feito de maneira online. Inúmeras reclamações de candidatos do mundo inteiro dão conta que o sistema não aguentou o alto número de acessos e tornou uma missão praticamente impossível abrir a conta no espaço Mon Projet Québec. Na internet a reclamação é geral, a ponto de um grupo de brasileiros ter liderado um movimento de pressão ao MIDI para que ele adiasse a data de envio das demandas. Aqui no Canadá, a situação virou notícia nos principais veículos de comunicação da província. Advogados e consultores de imigração também fizeram pressão, já que não existe diferenciação no formato de aplicação através destes profissionais. Pelo visto, a famosa expressão “vou reclamar muito no twitter” dessa vez deu certo.

Leia o comunicado oficial

Textos relacionados

#65 – A “(i) legalidade” do Impe... Quem deixou o Brasil tem direito de se interessar e opinar  sobre a crise política e econômica que assola o país? Com quem direito, nós que "abandonamos o barco" nos metemos num assunto que não nos pertence mais? Porque toda essa ebulição social brasileira afeta quem teve a facilidade de fugir de crise morar num país de Primeiro Mundo? Com o dir...
#68 – Um papo sobre direitos, tolerância, ac... O Canadá é apontado como um dos países mais abertos ao público LGBT. Mas será que isso se traduz na realidade? Como é o dia-a-dia dos homossexuais nas Terras Geladas? Existe preconceito? Como ele se manifesta? Quais são os direitos dos casais homoafetivos? Casamento, adoção de crianças e barriga de aluguel são permitidos? O que o governo faz para f...
#60 – Como lidar com o frio extremo O Canadá é famoso por seu inverno glacial. Temperaturas que pode chegar a menos 40 graus, com um ventinho que corta a pele, queima as extremidades, detona o humor e dilacera a alma. Mas o cenário é realmente tão caótico assim? Viver no frio extremo é mais difícil que no calor senegalês cada vez mais frequente no Brasil? Quando saber que está ficand...
#58 – As dores e delícias do residente tempo... Montreal na Real essa semana debate quais as diferenças de direitos e deveres dos residentes temporários (estudantes e trabalhadores) em relação aos residentes permanentes no Canadá. Os temporários podem se tornar permanentes? Esse é um melhor caminho para a imigração? Quais benefícios do governo são exclusivos a permanentes e cidadãos? Quais são a...

Sobre o autor
Marcio Ribeiro

Marcio Ribeiro

Comunicador, cineasta, empreendedor, imigrante, apaixonado por Montreal.


Comentários 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.