Dicas | Emprego

4 Maneiras inusitadas de ganhar dinheiro no Canadá.

Por montrealnareal

por Marcio Ribeiro

Mesmo antes de chegar ao novo destino, a maior preocupação do futuro imigrante é como irá se sustentar. Algumas profissões demandam uma equivalência de diploma específica e um tanto quanto demoradas (casos de nutricionistas, advogados, fisioterapeutas e todas as demais áreas que tem um órgão regulamentador) . E mesmo aquelas que não fazem parte de uma Ordem ou Conselho, demandam tempo para que o recém-chegado consiga se estabelecer.  Por isso, é bom ter um plano B para que suas reservas feitas com tanto suor ao longo dos anos, não escorra pelo ralo mais rápido que o esperado. Existem algumas maneiras de garantir uma graninha logo de cara que são pouco convencionais a nós brasileiros, mas que são eficazes e podem dar aquela ajuda na hora do aperto.

Estudo clínico – O Ratinho de laboratório

ratinho

Essa chama atenção pela quantidade de anúncios em metrôs e ônibus em algumas cidades canadenses. Vários laboratórios farmacêuticos em Montreal anunciam a oportunidade do dinheiro fácil em troca do empréstimo do seu belo corpinho para a ciência. Trata-se dos testes de medicamentos que serão aprovados pela “Santé Canadá”, o ministério federal que cuida da saúde dos canadenses.  A maioria deles vem dos Estados Unidos e já foi aprovado pelo órgão de controle americano, mas o Canadá faz seus próprios testes. Para participar, a pessoa vê no site os tipos de testes que serão realizados, qual período e que perfil o laboratório procura. Preenche um formulário e em seguida recebe um contato via telefone. É realizada uma espécie de entrevista para se certificar de que o candidato não tenha nenhum impedimento para participar dos testes, como interação medicamentosa, alergias, faixa etária, peso etc. Aprovado, ele passa então para o exame de sangue (alguns pedem urina). Alguns dias depois ele é convocado para a data marcada.  São geralmente dois dias e uma noite dentro das instalações do laboratório, com alojamento, acesso à internet, televisão e algumas muitas agulhadas para retirar o sangue periodicamente. A alimentação é regrada nesse período (dependendo do teste pede-se que a pessoa coma alimentos gordurosos, coma muito, coma pouco…). Na maioria dos testes, o candidato toma o remédio que está sendo testado. Mas em alguns, ele ingere apenas o placebo. A maioria dos testes também pede visitas de retorno onde são colhidas novas amostras de sangue, como num exame normal, alguns dias depois do teste.

A vantagem desse “trabalho” é que o pagamento é feito logo após o teste e não há desconto de imposto.  Segundo Maggie Charest-Poulin, responsável de comunicação do laboratório inVentiv Health, cerca de 5 mil pessoas participam de estudos anualmente e os testes podem variar de 700 a 4 mil dólares. Já vi casos de estudos para remédios para o combate da diabetes que pagavam 4500 dólares. Mas quanto maior o valor do pagamento, mais tempo se passa no laboratório.

Seguem alguns exemplos http://participants.algopharm.com/etudes-disponibles

http://www.innovaderm.ca/clinical-research/phase-i-ii-studies/safety-studies/

 

Testador de jogo de vídeo game – O sonho nerd

video game

O sonho de todo nerd. Parece até mentira quando lemos uma oferta de emprego dessas. E quer saber mais? Muitas pedem o domínio do português. Montreal é um dos maiores pólos de vídeo game do mundo, com escritórios da Gameloft, Ubisoft, Electronic Arts, Warner Bros, entre outras. Sabia que a famosa série Assassins Creed é produto de Montreal? Pois é. Com o crescimento exponencial da indústria dos jogos eletrônicos (que já ultrapassou o cinema em retorno financeiro) e o grande consumo desse tipo de divertimento pelo brasileiro, as empresas fabricantes de jogos voltaram seu olhos para esse mercado de 190 milhões de pessoas. Cada vez mais jogos tanto de grandes plataformas quanto mobile, estão sendo localizados em português e, para isso, eles precisam de pessoas nativas e que saibam jogar. Na maioria das vezes, o testador vai ver bugs nos jogos ainda não lançados e observar se legendas e traduções estão bem feitas, se fazem sentido dentro do contexto do game e se adequam-se ao nosso linguajar cotidiano. Parece fácil não é? Não é. Não trata-se apenas de horas diante de uma tv jogando seus games favoritos. Muitas vezes você terá que testar jogos que não curte, terá que se virar para passar daquela fase impossível que talvez deixasse de lado em seu momento de entretenimento, vai ter que prestar atenção em tantos detalhes que muitas vezes não vai se divertir com o jogo. Lembre-se, é trabalho. Mas mesmo assim, que fã de video game não gostaria de ter um trabalho desses? Em teoria não é uma carreira a ser seguida, mas uma boa maneira de ganhar um troco, ter a experiência québécoise e , principalmente, fazer contatos para aqueles que são da área de T.I. Na maioria dos casos, as vagas são preenchidas de acordo com os contratos recebidos pela empresa, ou seja, são trabalhos temporários. Entrar também não é tão fácil quanto passar da primeira fase do Sonic. É exigido teste puxado de inglês, de português, tradução de um para o outro, teste de lógica, redação em inglês, correção de bugs, e testes específicos de conhecimentos dos jogos.

Veja alguns exemplos de ofertas de empregos desse tipo:

http://www.gameloft.com/corporate/jobs/job-apply-details/38/?group=88&job=4239&loc=1&applyby=categ&mode=job&iis=Job+Board&iisn=Indeed.com&country=en&lang=en

http://careers2.hiredesk.net/viewjobs/JobDetail.asp?Comp=A2M&sPERS_ID=&TP_ID=1&JB_ID=&PROJ_ID=%7B14863EFD-5032-413C-A33B-5249839D564C%7D&LAN=en-US&BackUrl=ViewJobs/Default.asp&bid=326

www.babelmedia.com

Client mystère – O cliente misterioso

inspector-160143_1280

Esse tipo de trabalho é feito em todo mundo, mas confesso que ouvi falar dele pela primeira vez em solo canadense. Trata-se da função de testar algum tipo de serviço ou produto como se fosse um cliente como qualquer outro, mas fazendo um relatório detalhado para a empresa de marketing que o contratou, que por consequência, foi contratada por aquele estabelecimento que você testou.

Vou dar um exemplo. Você é contratado por uma empresa de marketing X para testar o setor de roupas masculinas de uma loja Y. Vai lá, troca uma ideia com o funcionário, pede para ele informações específicas sobre o produto que busca, experimenta e compra. Depois faz um relatório sobre como o funcionário te atendeu, se as informações passadas foram satisfatórias, se o produto era de acordo com o anunciado e alguns outros quesitos e envia à empresa X. Com base nesses relatórios, a loja Y pode entender como vai o negócio, se os funcionários estão bem treinados, melhorias a fazer e uma infinidade de detalhes importantes no dia-a-dia da empresa. Existem algumas empresas de marketing que contrata o client mystère e cada uma tem valores específicos de pagamento para cada missão.  Em geral, cada missão varia entre $7 e $50, mas você pode dedicar quantas horas do dia quiser e postular para participar de quantas missões puder. Algumas empresas pagam um valor em dinheiro e te reembolsam pelo produto comprado, que passa a ser seu. Outras te reembolsam apenas o produto.  Já li relatos de imigrantes que aproveitavam esse segundo caso, não como uma maneira de ganhar uma grana, mas como um meio de não gastar. Faziam desde compras em farmácias até supermercados.

São aceitas pessoas de todas as idades (a partir de 18 anos) e não há diferenciação entre homens e mulheres.

Links de três grandes empresas que trabalham com client mystère:

https://www.lanla.com/devenez-client-mystere/

http://www.statopex.com/fr/client_mystere_explication_clientmystere.asp

http://www.visionclient.ca/

 

Figuração – Ei mãe, olha eu aqui!

set

O Canadá é cada vez mais procurado por produções de Hollywood para servir como set de filmagens. Montreal e Vancouver são hoje duas das cidades com mais filmes americanos sendo rodados em seus territórios. Montreal, especificamente, conta com o estúdio Mel’s, onde foram rodados alguns filmes como o vencedor do Oscar do ano passado, Birdman, o último X-Men (Dias de um futuro esquecido) está recebendo nesse momento o próximo filme dos mutantes (Apocalipse), A Múmia, 300 entre outros. A cidade tem nada menos que 15 produções hollywoodianas sendo filmadas só nesse verão. Além disso, o Québec tem uma indústria cinematográfica forte, De todos os filmes enviados desde 1971 pelo Canadá para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro, apenas um não saiu do Québec. A província também é conhecida pela sua produção de seriados de qualidade, que muitas vezes são adaptados com versões anglõfonas, caso do fenômeno policial 19-2. Outras séries québécoises de sucesso são 30 vies, Unité 9 e Ces gars là.

Dito isto, o que os produtores de séries e filmes mais precisam são figurantes. E você pode ser um deles! Já imaginou passar algumas horas perto de Hugh Jackman e Jennifer Lawrence e ainda ganhar entre 12 e 15 doletas (mais que o salário mínimo) por cada hora dessas? Pois é. Mas nem tudo são flores….

Os dias nos sets de filmagens são longos e cansativos. Em alguns casos começam às 8h e vão até as 3 da manhã para se rodar uma pequena sequência. Por outro lado, é uma chance de ser remunerado para se ver de perto como são feitas grandes produções e uma maneira de fazer contatos e aprender para aqueles que pretendem trabalhar na área do áudio-visual.

Alguns filmes buscam os figurantes em agências, outros anunciam nas redes sociais e até em sites de classificados como o Kijiji.ca (http://www.kijiji.ca/v-television-medias-mode/ville-de-montreal/figurants-recherches-tous-types-de-physiques/1089261054?enableSearchNavigationFlag=true)

Sites de agências de figurantes em Montréal

www.figuration.net

www.omega-figuration.com

www.figurantsextras.com

 

Textos relacionados

Fracasso e sucesso no exterior. Quando brasileiros... Esta semana uma notícia foi recebida de forma distinta por muitos que vivem nas terras geladas do Canadá. A rede de lojas americana Target anunciou que está deixando o país. Eles chegaram por aqui em meados de 2013. As coisas andaram mal, mês após mês prejuízos com a perda de alguns milhões de dólares. Com o cenário mais otimista o lucro só viria...
#46 – Moda, cultura e diversidade Quer ficar por dentro das mais recentes tendências no Canadá? Não quer fazer feio e ficar na moda nas Terras Geladas? Quer saber como trabalhar no mundo fashion? Onde estudar? Quais carreiras tem mais oportunidades por aqui? Mas quem raios dita essa tal de moda? Será que teremos a volta da pochete? Como funciona esse mercado que nos incita a compra...
62 – Volta ao mundo com Travel and Share Já imaginou largar emprego, vender tudo e cair na estrada sem rumo, conhecendo o mundo né? O casal Rômulo Wolff e Mirella Rabelo não ficaram só na vontade e a bordo da Gallega (uma Nissan Frontier muito simpática) estão na estrada desde janeiro de 2015 e já passaram por 16 países! Em sua parada por Montreal, Rômulo nos contou um pouco dessa históri...
#47 – Custo de vida Nesse programa em formato de revista eletrônica com comentários e debates sobre o que acontece atualmente no Canadá,  Marcio Ribeiro e Cida de Roussan aproveitaram a semana de reabertura do processo de imigração por Québec para discutir o custo de vida na parte francesa do Canadá. Quanto custa em média os aluguéis? Cesta básica? Luz? Telefone? T...

Sobre o autor

montrealnareal

Facebook Twitter

A vida como ela é no lado francês do Canadá! Programas de rádio, vídeos, textos, produzidos por jornalistas, como participação de especialistas! No ar desde julho de 2014.


Comentários 3

  1. kleber Novaes Santa Rosa

    Muito bom !

    Eu, com pinta de artista de novela das “8” na Rede Globo, estarei com a vida feita.
    De figurante a Ator Principal. Já sei até qual seria o meu “papel” – Investigador Policial.
    Medindo 1,63, pesando 90 kg, Pardo, semi-calvo, com ares de “ALLAN DELON”. Tô feito.

    Fone Brasil- 65-999993366

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.